Palmilhas

Muitos consumidores julgam que por terem comprado um par de sapatos de R$350/ €150 ou mais, todos os seus componentes são de primeira qualidade.

 

A verdade é outra; salvo raras exceções, a maior parte das palmilhas que vêm com os sapatos de desporto que compramos não possui qualidades adequadas para a prática intensiva de desporto, perdendo as suas qualidades demasiado rapidamente.

A maioria das palmilhas de série dos principais fabricantes de calçado desportivo é feita de E.V.A. (Etil Vinil Acetato), uma espécie de borracha expandida com o toque de uma espuma densa.

Acontece que com os impactos repetidos essa espuma vai-se compactando lentamente perdendo praticamente todas as propriedades de amortecimento passados poucos quilómetros (estima-se que quando os sapatos alcançam cerca de 200 quilómetros ou 50 horas de utilização já perderam as suas qualidades essenciais).

É por isso recomendável substituir as palmilhas originais dos sapatos de corrida por outras com maior capacidade de amortecimento de impactos e maior tempo de vida útil.

Existem muitas palmilhas no mercado no entanto qualquer palmilha que seja fabricada num material que não perca as características de impactos como o E.V.A. (por exemplo o PU, poliuretano), irá aumentar significativamente a capacidade de amortecimento de impactos dos sapatos.

Tipos de palmilhas de substituição:

Palmilha simples em EVA  

As mais acessíveis, normalmente encontram-se em super/hipermercados

Palmilhas em espumas de melhor qualidade

Encontram-se normalmente numa boa loja de material (d)esportivo

Palmilhas "ortopédicas" semiprontas

Apenas recomendáveis para que não tem necessidades mecânicas, à venda em farmácias , ortopedias e lojas de material (d)esportivo.

Palmilhas Termo Moldáveis

Em boas lojas de material (d)esportivo ou ortopedias, são moldadas ao formato exacto dos nossos pés, além dos benefícios de melhora de amortecimento de impactos e estabilidade, conseguimos melhorar a distribuição da pressão nos pés.

Palmilhas com apoios compensatórios ortóteses (conhecidas como corretivas).

Normalmente feitas à medida por um podologista/podólogo (Brasil), ortopedista ou técnico ortoprotésico qualificado

Ortótoses Plantares (palmilhas ortopédicas)

As ortótoses, ou palmilhas ortopédicas são utilizadas para muitas condições e lesões diferentes, pois trata-se de um dispositivo de apoio biomecânico projectado para controlar a movimentação das estruturas do pé.

As ortóteses são especialmente eficazes no controle de pés hipermóveis (pronadores), evitando a eversão do calcâneo mantendo o astrágalo  numa posição correta, existem ortótoses de variados materiais dependendo das atividades e do grau de controle que se pretenda.

São usadas ortóteses rígidas, de plástico, carbono ou outros materiais compósitos quando se pretende muito apoio, quando a necessidade é de maior amortecimento e mobilidade utilizam-se espumas.

Outro ponto interessante é que cerca  de 75 a 80 por cento da população norte americana sofre de discrepâncias entre o comprimento das suas duas pernas  usando por vezes palmilhas para as compensar. Para que as palmilhas ou ortóteses se encaixem dentro dos sapatos é necessário retirar as palmilhas originais, o que poderá gerar relutância por parte dos usuários, por pensarem que assim o sapato não terá as mesmas propriedades, nestes casos é importante lembramo-nos  que as propriedades de amortecimento de impactos se encontram na sola intermédia e não na palmilha.

Como acomodar ortóteses  

Escorregar no calcanhar (vulgo chinelar) é o problema mais comum com pessoas que utilizam ortóteses, muitas são feitas de maneira a elevar o calcanhar da pessoa nos sapatos, quanto o tornozelo e contraforte do sapato são demasiado baixos o chinelar acontece. Para a resolução deste problema deverão procurar sapatos meia bota , bota, ou com um contraforte e tornozelo elevados, também será recomendável a utilização da laçagem de apoio.

Largura extra também é uma das necessidades de quem utiliza ortóteses.

Volume (espaço) no peito do pé e na caixa dos dedos, pois as ortóteses tendem a elevar o pé dentro do sapato.

Resumo em Microsoft PPT

 

Share/Bookmark